Posts Tagged ‘ruby woo’

Por um batom que dure pra sempre

Tuesday, April 3rd, 2012

Batom: ta aí uma coisa que não dura em mim. Usar batom cremoso, então, é fora de cogitação: o resultado é o mesmo de usar gloss. Já o batom mate dura um pouco mais, mas sai da boca ao beber alguma coisa, comer alguma coisa ou dar uns beijinhos (#quemnunca). E o rei dos mates Ruby Woo é o único que tem uma duração digna na minha boca.

Isso é bem chato porque eu não quero estar condenada a sair de casa de Ruby Woo e somente Ruby Woo o resto da minha vida. Acho que se Ruby Woo é o seu batom do dia a dia não fica muita coisa pra usar num festerê daqueles, né mesmo?

Já estava sem esperanças de entrar pro time das batonzudas quando vi o seguinte trucão utilizado no desfile da  Monique Lhuillier lá no Mercedes-Benz Fashion Week do comecinho do ano. O esquema era simples: Batom Lady Danger (meu queridinho) + Lápis Cherry no contorno e Blush Devil no acabamento. O efeito era um batom super mate, com um toque muito mais seco que o habitual.

Montagem retirada do Garotas Estupidas – único blog com referência a isso que encontrei!

Ok, encontramos como deixar o seu mate mais mate que o mate mais mate. Mas como converter isso pra vida real? Bom, resolvi fazer umas experiências em casa pra ver se isso rola pra gente. Os resultados  foram bem animadores!

Encontrei na minha paleta um blush coral vermelho bem gracinha e comecei a usá-lo quase que diariamente sobre o Lady Danger. Queria saber se minha boca ia ressecar, se o efeito ia durar, se ia ficar uma coisa estranha, etc, etc, etc. As fotos não estão aquela Brastemp, mas mostram um pouco do que rolou:

O resultado não poderia ser mais abençoado por Santa Cher,viu? Adorei! Virou meu trucão pra vida! Meus batons começaram a durar cerca de 4 horas pelo menos – os que já são mate duram de 6 a 8 com esse reforço. Realmente absurdo, não? 

Quem viu vantagem foi o noivo, que não sai mais de casa parecendo o Coringa. Antes, meu beijinho de bom dia nele causava um efeito não muito vantajoso pra fama profissional do bofe. Fora a liberdade de poder comer, beber e se passsar na buatchy em geral  sem o risco de virar um cover mal sucedido da bozolina. Maravilha mesmo.

Então tá aprovado, tia Debs? Pode usar o trucão em casa? Calma cocada! Primeiro que eu tenho a pele levemente oleosa, então minha boca não craquelou nenhuma vez com isso. Como pode acontecer com quem tem apele seca,  recomendo um teste do truque em casa antes de se jogar na vida de blush no batom. E, claro, nunca esquecer de um balm bem ~~emoliente~~ pra não deixar a boquinha desidratada!

Outra coisa: é claro que ter uma paleta  de blush facilitou muito os testes. As paletas costumam ter um blush compacto  pra cada situação da vida  e a variedade de cores facilita muito na hora de mixar batom + blush. Afinal, o blush por cima obviamente altera a cor do batom. Então, anota: pra quem quiser se jogar nisso pra vida, que nem eu fiz, fica a dica de que investir numa paletinha chinesa pode ser bem  legal. Já falei delas aqui.

No mais, se joguem fiquem lindas, batonzudas, com a boquinha mate e sem deixar marquinha na tacinha e no bofe todo! Quem já tentou ou conhece truque parecido por aí, deixa a dica na caixa de comentários prazamigue!

Mallu Magalhães te humilha e te despreza

Monday, January 23rd, 2012

Taí um nome que nunquinha nessa minha vida besta eu achei que fosse colocar por aqui como referência musical: Mallu Magalhães. Entre declarações sobre entrar dentro de si mesma e chorar quando toma banho sozinha eu sempre achei que ela era muito sem salzinha pro meu gosto.

Mas dizem por aí que Camelo fez Mallu Mulher. Se foi culpa dele, nada sei, mas que o trailler do clipe novo de Malluzita tá sensacional está. Principalmente pra nós, que já assistimos tudo preparadas pra ficar de olho no cabelo, no make e no look.

Do make nem preciso falar, né? Afinal, desde que li o Style da Lauren Conrad, delineador marcado + batom vermelho (é o Ruby Woo, gente?) e rímel são meus uniformes de viver. O cabelo tá simplesmente impecável – uma princesinha mesmo.

Agora fiquei muito apaixonada mesmo foi pelo cardigan com pérolas e medalinhas. Já pode copiar a customização? Porque não duvido que essa delicadeza e fofura toda vá virar febre logo, logo. Quem aposta?

E vocês? Curtiram a nova fase de Mallu ou ainda acham ela pouca atitude pra muito hype?

O vermelho mais vermelho dos batons vermelhos

Friday, January 20th, 2012

A primeira vez que eu pensei em comprar um batonzinho MAC na vida, não tinha dúvidas: tinha que ser um Ruby Woo. Afinal, que tipo de gente quer ser blogueira de moda sem tirar foto de Rubão com a high society, né mesmo?

Acontece que um dia uma amiga me emprestou seu Rubão e… Não rolou. Assim, ele é lindo, um deuso, um louco, um feiticeiro, não sai da boca nem com acetona se bobear e tudo mais… mas não rola pra mim. Eu acho que ele fica muito escuro e super invernal, sabe? Bom, eu até acabei comprando um Rubão pra mim depois, mas nem de longe ele é meu vermelho favorito. Porque meu vermelho favorito eu conheci numa tardezinha de provação de batons na MAC do Muller. E ele se chama Lady Danger.

Lindo demais, né não?

O Lady Danger também é mate, mas não tanto quanto to Ruby Woo. Também dura horrores na boca, não tanto quanto o queridinho das MAC Maniacs. Mas essa cor vermelha tão aberta, tão fluo… isso é coisa que só o Lady consegue fazer. E a boca fica um luxo daqueles que toda santa na rua te para pra perguntar que batom maravilhento é esse. Experiência única na vida, viu?

Acho uma boa dica pra quem tá cansada do vermelho uniforme que o Rubão virou, né? Mesmo preço, mesmo gostinho de baunilha, quase a mesma durabilidade e uma carinha bem mais Rock ‘n Roll pro seu combo de delineado + rímel + bocão vermelho. E se você quiser mais um bom motivo, bem, boatos dizem que o Lady Danger é o  famoso vermelho de Regininha Spektor.

Em resumo, gosto tanto dessa cor que acho que é o MEU vermelho. Afinal, existe aquela teoria toda de que cada mulher tem um vermelho que melhor combina com o seu.

E vocês, já acharam seu vermelho? Como vocês fazem pra fugir do vermelhão estilo Ruby Woo quando o clichê enjoa? Conta pra mim!

Hoje eu usei: Maxi vestido animal print

Sunday, October 23rd, 2011

Ra-ra! Eu enrolei tanto vocês sobre fazer ou não look do dia que aposto que por essa vocês não esperavam! Mas já que ontem eu acabei com o mistério do cabelón novo, resolvi enfiar o pé na jaca e começar os looks do dia pra dja!

Então vamos combinar as regrinhas: vou postar sempre poucas fotinhos, e uma explicaçãozinha rapidez pra gente discutir sobre essas escolhas ali na caixinha de comentários. Informações sobre as peças vêm na foto – mas não esperem muitos detalhes. Até porque eu acho que o foco é a produção final e não onde eu comprei minhas roupas, né?! Quem quiser saber mais pode perguntar à vontade depois…

E vamos a receita do look de hoje?

Eu sei que vocês já tão enjoadinhas de ver as maxis por aí, mas eu to apaixonadíssima por elas, gente. Olha só: o look fica super feminino, serve pra ambientes de trabalho complicadinhos – afinal não mostra pernocas -, te deixa toda fresquinha pro verão e ainda dá uma alongada na silhueta. Misturando isso com Animal Print e vermelho só pode ser sucesso, né?

E vocês, que que acharam? Gente pode criticar – mas machuca com jeitinho haha. Falando sério: look do dia é um exercício pra nós blogueiras e pra vocês leitoras pensarem sobre roupas que usamos na vida real. Críticas de vocês serão muito bem vindas porque me ajudarão a me vestir melhor e ver o que funciona pro meu corpitcho ˜˜abrasileirado. Então vem na caixa de comentários comigo que essa semana minha vida tá um livro aberto pra vocês, hehe.

Ps: quem quiser compartilhar dicas para posar para fotos e não parecer uma polenteira ou a tia pedagoga do colégio todas aceita. Como vocês já devem ter notado nesse ano e meio de FD, posar pros flashes nunca foi exatamente meu dom, né mesmo?!