Posts Tagged ‘regina spektor’

Música pro Make: Regina Spektor

Friday, May 27th, 2011

Hoje o Música pro Make tá celebridade: pela primeira vez falaremos de uma cantora que é provável que vocês já conheçam: Regina Spektor.

Regininha é russa erradicada nos EUA tem cachinhos perfeitos, uma voz doce, um talento invejável no Piano e sabe usar um batom vermelho como poucas.

Como quase todo mundo já conhece a música Fidelity, que já foi trilha até de novela, quero mostrar outras que amo pra vocês conhecerem um pouco mais dela:

Um pouco de história: Regina se apaixonou pela música estudando piano na Rússia, mas teve que deixar sua paixão ao sair do país. O bom foi que ela conheceu outros ritmos que acabaram influenciando o estilo da cocota. Hoje, a música dela é essa mistura toda, mas com muito bom gosto e harmonia.

Regininha é bom, regininha é calmo, regininha é bonito e eu gosto. Costuma me acompanhar em muitas tardes de trabalho e ajuda a me acalmar. Perfeito, né?

 

Ah, esse post não é só porque eu amo Regina Spektor e tô ouvindo o dia todo. Não é só porque ela é minha maior inspiração cacheada.

É também porque estamos todas morrendo de saudades da Juh (a pessoa que me apresentou Regina Spektor no caso). Juh tá perdida na Inglaterra e fazendo falta nas reuniões damizade por aqui. Beijo Juh!

Música pro Make: Ingrid Michaelson

Monday, March 21st, 2011

Pois é, hoje é dia de mais uma das minhas sugestões de vocal feminino + canções despretensiosas. Já ouviram falar em Ingrid Michaelson? Trata-se de uma dessas cantoras e compositoras norte americanas que a gente sempre ouve nas trilhas das séries sem dar muita bola, sabem? Mas isso passa ao ouvir a primeira música inteira da mocinha.

O melhor da Ingrid é a combinação da letra singela com uma melodia fácil – o tipo de coisa que não precisa de muito esforço pra ser bom, parece simplesmente natural. Todo mundo que ouve acaba se identificando com as canções dela. You and I, por exemplo, virou uma das mais usadas nos depôs de Orkut entre corações apaixonados ultimamente. E mesmo assim continua sendo deliciosa de se ouvir.

Confesso até que nunca tinha ouvido falar da moça até esse post aqui do Sem Finesse (Ju sempre mandando muito bem nas referências musicais). A música indicada (The Way I Am) é tão gostosa que eu poderia ouvir no repeat pro resto da vida. O clip também é ótimo, uma pena que o vídeo oficial esteja desativado pra incorporação. Enquanto a preguiça de buscar no YouTube te assola, você pode curtir o tão-bom-quanto Maybe:

Dá pra sentir desde nas músicas até nas produções maravilhosas dos vídeos que trata-se de uma menina toda teatral e artística, né? Tem explicação: Ingrid estudou teatro e vem de uma dessas famílias de artistas, com direito a mãe escultora e pai compositor. É impressionante o quanto esse tipo de criação produz coisa boa pro cenário musical, né?

Por fim, recomendação da tia: passei o fim de semana fazendo trabalhos de Desenho Técnico e Criatividade com Ingrid e variantes no som. Tenho ouvido bastante durante a semana enquanto escrevo e ajuda de verdade. Meninas como ela, A Fine Frenzy, Regina Spektor, Colbie Caillat e Kate Nash me parecem o melhor remédio pra quem trabalha com criação conseguir manter-se feliz em um mundo de dead lines absurdas.