Descontroladas por aí: Todo carnaval tem seu fim…

É, meninas, apertou. Vocês já devem estar até cansadinhas de ouvir os yadayadayadas sobre consumo exacerbado, influência dos blogs de moda no comportamento de compra e bláblablas.

Mas agora eu tenho motivos pra refletir sobre essa coisa toda. Digamos que quando essa grande festa da uva começou eu era uma feliz empregada de uma empresa grande, com um salário bem gordinho e dividindo casa com uma amiga.

Não tinha grandes contas, não via motivo algum pra guardar dinheiro, fazia uma faculdade com a qual gastava só em xerox e me debulhava de comprar roupas e sapatos e maquiagens e esmaltes e pincéis.

Isso faz uns dois anos e pouco. Só que eu cresci agora e sou mulher.

Nesse tempo que passou, a Debs aqui começou uma faculdade de Design, resolveu juntar trapinhos com o bofe e começou a levar uma jornada tripla de aulas-casa-trabalho. Aí o trabalho apertou e eu joguei tudo pro alto pra ter um emprego mais leve, trampando em casa mesmo. E, claro, o salário diminuiu.

Veja bem, nem diminuiu tão bruscamente assim, já que eu não gasto mais com transporte, alimentação fora de casa, maquiagem pro trabalho… Botando na ponta do lápis da um elas por elas salarial.

Mas quando eu resolvi que dormir de conchinha era prioritário na minha vida, assumi uma casa com todas as suas contas e responsabilidades. E veja bem que eu nunca fiz bem o tipo “meu bem, pague as contas enquanto eu faço esse belo assado”. O que eu quero dizer é que atualmente minha vida vai além de comprar mais sapatilhas, até porque eu nem sei cozinhar direito pra que homem algum tenha obrigação de me sustentar.

armário de casacos debsarmário de acessórios debsarmário de sapatos debs

No meio disso tudo veio uma arrumação de armário essa semana. Motivo: se eu comprar mais uma blusinha, uma rasteirinha, um coletinho que seja, eu juro por deus que esse armário explode. Num cabe mais um alfinete.

E tem também as minhas maquiagens: na última faxina, uma amiga minha ganhou duas paletas P&W, um jogo de pincéis Marco Boni, 1 rimel preto, 1 rimel gloss, batons que eu nunca nem toquei, produtos capilares largados na metade, lápis de olho e hidratantes que jamais seriam usados na corrida contra o vencimento. E na minha bancada de make não cabe mais uma agulha também.

bancada de makes debs

Vale ressaltar que estou abastecida de perfumes, body splashes e hidratantes até a décima geração da minha família, tenho cremes e máscaras capilares em um volume que hidrataria até a Gal Costa e compro tanta bijuteria baratinha no e-bay que poderia ficar sem repetir o brinco nem o colar por dois meses. Se eu usasse isso tudo é claro.

Ah, e se eu falar quantos esmaltes eu realmente tenho, certeza que vocês mandam me internar. Gente, até desodorante tem demais aqui. E eu te pergunto: por quê?

caixa de esmaltes debs

Porque é barato. Porque eu conheço todas as liquidações e outlets da cidade e compro como se amanhã fosse ser sancionada uma lei proibindo a venda de vestidinhos de renda.

Não teve um único desejo fashionista que eu não comprei no último ano. Bota over the knee, Saias e vestidos rendados, colete de couro, wet legging (MAI PRÉXIOUS), sapatilha de oncinha, scarf de caveirinha…meu bem, nada aqui é Prada mas é tudo bem honesto. Pra não falar que eu não passei vontade, tenho sonhos com uma Balenciaga Motorcycle que o dinheiro não tem permitido. E só.

Agora sabe o que eu não tenho? Um carro. Um apartamento próprio. Uma viagem de férias marcada. Saldo no cartão de crédito pra ir visitar minha vó.

No meio de todas essas reflexões, tropecei num post do Miscelaneas que deu o empurrão que eu precisava. CHEGA DE COMPRAR O QUE EU NÃO PRECISO.

Como eu disse no post do Clarisonic: precisar, a gente precisa de água, comida, roupas quentinhas e amor. Mas, sinceramente, eu tenho certeza que tenho roupas aqui pra acompanhar as próximas vinte tendências. E que ao inverno eu sobrevivo com tranquilidade.

Então vou experimentar essa estação sem compras. A partir de hoje até o dia 23 de setembro (ínicio da Primavera) eu estou terminantemente proibida de passar meu cartão de crédito em qualquer loja de make, cosméticos, roupas ou sapatos salvo em caso de compra de presente de aniversário de alguma amiga. Num tô um ano sem Zara, mas um passinho de cada vez.

E vamos ver como eu me viro. Tô com ideia de, pela primeira vez, mostrar looks do dia no blog pra vocês testemunharem como eu to me virando nessa. Ainda vou estudar isso.

E se alguém quiser vir comigo nesse lindo balão azul, eu abro um Tumblr da amizade e todo mundo posta seus looks bem bonita também. E aí, gatas, cês topam?

Veja também:

  1. Descontroladas por aí: no Brasil também tem blogueiras de streetstyle!
  2. Descontroladas por aí: Espaço Zutti, o seu closet de sapatos!
  3. Descontroladas por aí: comprando gato por lebre
  4. Descontroladas por aí: #PBC day one – Jefferson Kulig

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

17 comentários to “Descontroladas por aí: Todo carnaval tem seu fim…”

  1. Ju Guedes says:

    OMG QUE MUNITA VOCE DEBS!

    tenho certeza que isso vai dar certo: seu dinheiro sera muito mais bem gasto com o bofe, com os gatos e com azamigue e a vovo e etc. se precisar de ajuda (ou roupa emprestada, aceito emprestimos tbem), tamos ai :D

    ps: COMASSIM vc limpou o armario e deu coisa sem mim ai? FRIENDSHIP OVER! (ou, como diriam em catalao, amigs fins)

  2. JULIA, CÊ TÁ NA EUROPA, FALANDO CATALÃO FLUENTE E RECLAMANDO QUE NÃO GANHOU P&W VELHO, É ISSO?

  3. Leila says:

    Debs, entro na onda com você, mas antes quero comprar so uma botinha over the knee ok? hahahahah Você já juntou os trapinhos e eu to querendo juntar os meus com o boy, o que tem virado motivo de muito bico ultimamente pois ele vive reclamando que eu gasto demais e bibibi bobobo… post tudo pra me ajuda ok? Bjo sualinda

  4. Gabriella Ferreira says:

    SUPER TOPO entrar nessa com você, Debs! Preciso muito parar de gastar…. Eu mergulho no meu guarda roupa pra achar alguma coisa e sapatos então…nossinhora! Não tem mais lugar pra por!! Até a divisória da mesinha do computador tem! (medo de mim)… Você vai me ajudar a ter força pra parar com esse exagero, agradeço MUITO mesmo! Tava pensando nisso hoje, mas toda vez é a mesma coisa, sempre aparece uma coisa que quero PRA ONTEM pra comprar! =/
    Sualinda, tô contigo! =)

  5. tô na mesma situação da Leila… Tbém tô planejando juntar os trapinhos e a possibilidade de realização de uma festinha depende diretamente da minha capacidade de economizar direito… Eu não tenho espaço algum no meu quarto, se quero comprar algo tenho que me desfazer de outra coisa, e nisso vão várias coisas somente testadas ou que nem mesmo foram usadas! Acho que vou agarrar tua causa! Terapia em grupo tem mais chances de dar certo =)

  6. Apoio total!! Faz algumas semanas que eu tomei uma decisão parecida, mas um pouco mais radical: meu prazo vai até o final do ano!!! Tudo isso pra poder colocar as contas em dia, largar de um dos empregos e continuar tranquila, e ano que vem comprar um carro. Vamos dar as mãos???
    Beijos.

  7. Dee says:

    Ai gente, POR FAVOR, me coloquem nesse grupinho!!! Esse é um pedido de uma desesperada que já gastou o décimo terceiro!!! Eu consegui, esse mês, acabar com o limite de TRÊS cartões de crédito. Quatro, se contar um da minha cidade. O.o

    Eu não tenho guarda-roupa cheio ainda, mas compro coisas e não uso. Compro roupas lindas pra ver se me arrumo um pouco mais, mas acabo batendo as roupas do dia-a-dia. E as novas ficam aqui, guardadas. :(

    E eu compro livros. Muitos! Mas não sou do tipo que vá lá e pega um ou dois ou três. Na minha última compra, foram OITO!!!

    Eu vou tirar férias mês que vem, perguntem se vou viajar? Não posso, porque já gastei o $ das férias também.

    Eu tenho problemas, OK? Eu sei disso. Mas vou melhorar. Com fé em Deus, eu vou! :)

  8. Juli says:

    Tbm estou nesse “seleto” grupo das Descontroladas do Cartão =/
    já acabei com o limite de 2 sem ter $$ pra pagar um [/desespero

    tbm vou aderir ao movimento!!!!

    e pra não cair em tentação entreguei os meus dois cartões nas mãos de minha mamis e falei pra ela esconder, mas esconder bem, pra não ter como eu achar...
    como diz a Dee temos um problema, mas vamos melhorar!!!!

    e como diria em grupos anonimos >> hoje eu não comprei nada de que não preciso. [amém]

    ps: amanhã tenho curso de ingles, e depois tinha mania de ficar zanzando pelas lojinhas na rua xv e gastando o que não devo, amanhã terei que ser forte…

  9. Helaine says:

    Qdo comecei a ler o post, eu jurei que vc iria anunciar um BAZAR DA DEBS, hehehe! Mas achei muito dhygna sua decisão…nós compramos muitas coisas só por impulso mesmo, principalmente nessa onda de blogs.
    Eu não tenho e nunca tive cartão de crédito, e juro, não me faz falta nenhuma! Às vezes fico um pouco puta da vida, mas logo me acalmo pq tenho certeza que iria comprar a tal coisa pelo simples fato de gastar…mas, força na peruca amiga! Qquer coisa estamos aqui pra te consolar e te animar, êêê \o/

  10. Disse tudo, Juli! Um dia de cada vez e sejamos fortes, porque de um jeito ou de outro, estamos todas no mesmo barco!

  11. karine says:

    Eu nunca fui de gastar muito, exceto em esmaltes hahaha. Mas assim eu sinto que preciso chegar ao ponto ideal, o de nem gastar tanto a ponto de não conseguir fazer coisinhas felizes e o de não guardar absolutamente tudo e acabar com a alegria de comprar uma coisinha aqui e acolá para comprar um ap no meu caso. Enfim são decisões super complexas já que envolvem contas que você pagará por anos e anos e acho que por conta dessa complexidade que acabamos meio perdidas nisso tudo. Nessa de ser um pouco mais liberal com meu dinheirinho já tenho uma lista gigante de compras da minha viagem que talvez precise de uma revisão depois desse post :P

  12. Engraçado, eu também fiz essa reflexão e fico feliz por nao ser a única que resolveu pisar forte no freio.

    A situação ($) aqui em casa não tá boa, eu q vou ter q pagar meu ultimo semestre de ingles e meu salário nao eh nada bonito. Tirando isso, não tenho cartão de crédito, tudo meu é no cash, exceto as coisas da Renner porque sou eu q uso e pago o cartão da minha mãe…

    Hoje mesmo liguei pra minha revendedora de natura e avon pra fazer alguns cortes e já falei antecipadamente pra ela passar longe daqui com revistas de promoções e afins… eu não preciso de mais lápis de olho nem batons nem sombras e nao adianta eu pensar q é porque vou precisar pra maquiar pessoas de todas as cores… CHEGA!

    tenho 3 cursos pra fazer e uma faculdade pra terminar… prioridades, né?! Não tenho mais um bofe pra chamar de meu, senao ainda teria q bancar uma casa no meio disso tudo… sufoco total.. fácil tirou férias e me deixou no calor e sem grana :~

    :**

  13. Dee says:

    Nesse meio tempo eu consegui cair na tentação e GASTAR. Assim, em maiscúulo mesmo.
    Tou pensando seriamente em queimar o meu cartão, já que só quebrá-lo não vai ser o suficiente…

  14. Priscilla Fogiato says:

    Tô dentro. Mas emprestar tá valendo? Vi um esmalte azul ali naquela sua caixa e tô morrendo. E fiz uma limpa no armário hoje, então, se você quiser aparecer… Ah, Julia, ae você quiser a sacola também aguarda sua volta hahaha.

  15. Flavia says:

    Só vi este post hoje. Quero muito participar dessa empreitada de NÃO AS COMPRAS. Preciso dar um jeito na vida, compro muito o tempo todo, preciso guardar um dinheiro, desejo isso. Quero começar um negócio próprio, já está passando da hora de fazer isso. Tenho uma viagem marcada para Europa em agosto e pretendo ficar pelo menos até lá, para começar, sem comprar, depois pretendo continuar. Sinceramente, mina situação é crítica, preciso de ajuda.

    Bjks

    Flavia
    http://pontodamulher.blogspot.com

  16. [...] que eu disse que ia parar de comprar até setembro? Pois podem saber que, apesar de ser um percurso difícil, consegui passar por essa semana intacta. [...]

  17. Regina says:

    eu pensei que uma conhecida minha tivesse muitos esmaltes, mas vc ganhou!

Deixe um comentário