Archive for October, 2010

#comofas: escolhendo seu vestido preto básico

Saturday, October 16th, 2010

lauren conrad little black dress

Assim como o Tim Gunn, Lauren Conrad também fala (em seu livro Style) sobre o guarda roupa básico feminino. Li os três primeiros capítulos do livro (tava de graça, ué) a partir do link indicado pela Camila Coutinho pra avaliar se valia a compra.

lauren conrad livro style

Algo que me chamou atenção na descrição da Lauren (intchimidadjy) sobre o guarda roupa ideal é que ela começa falando sobre estilo: algo como achar aquele estilo seu e só seu - que pode até ser inspirado em uma celeb ou na sua amiga, mas é seu – e só depois procure as peças básicas dentro desse estilo que te define.

Eu iria mais além que Lauren Conrad: ache seu estilo e conheça seu corpo, saiba o que funciona nele. E é a partir dessa ótica que eu quero falar de uma das peças mais básicas, clássicas e versáteis do guarda roupa feminino: o Little Black Dress (ou vestidinho preto pras mais ufanistas).

classic audrey hepburn

Boatos dizem que a febre do Little Black Dress foi iniciada pela divônica Audrey Hepburn em seu clássico Breakfeast at Tiffany’s (Bonequinha de Luxo em Terra Brasillis). Muito provavelmente foi a Audrey que ensinou essa lição, mas o modelinho preto básico se espalhou por outros motivos cultuados pela sabedoria popular:

Preto emagrece

Preto é chique e clássico

Preto combina com tudo e todo mundo

Os benefícios da cor preta são discutíveis, mas saber que seu vestidinho preto matador está no seu armário para te apoiar em uma festa de última hora (ou casamento de sua arquinimiga) é revigorante. Pra realmente estar gatíssima, na hora de comprar seu little black dress procure uma modelagem que valorize seu corpo. Azamiga aqui te ajudam, olha só:

tipos de corpo

Vamos partir da generalização que existem 5 modelos de corpo: oval, reângulo, ampulheta, triângulo e triângulo invertido. O objetivo é transformar todas essas formas em gatinhas tipo ampulheta só com a ilusão de ótica causada com o vestido. Se achou aí? Bora conhecer o melhor modelo pra você então:

Oval

vestidinho preto corpo oval

O corpo oval geralmente está acima do peso. Sem sombra de dúvidas esse é o corpo mais difícil de “ampulhetar” mas Yes, we can! Você pode usar decotes em V ou U(chamar atenção para o colo), procurar cobrir os braços e deixar os pulsos de fora (parte mais magra do corpo) e exibir as perninhas a partir da altura do joelho. Nada de criar volumes, procure peças acinturadas, de preferência com corte evasê sem pregas e sem volume na saia. E fuja correndo como se não houvesse amanhã do balonê.

Combine seu pretinho básico com: blazer sempre bem acinturado e jóias para chamar atenção para colo e pescoço.

Retângulo

vestidinho preto corpo retangulo

Seus ombros cinturas e quadris tem a mesma medida, então um efeito ampulheta também vai ser um desafio em você. Mas, novamente, desafiamos a natureza: procure um modelo evasê com volume leve na saia e no colo. Outra boa opção é um vestido corsetado com saia avolumada. Como peso não é seu problema, você pode exibir pernas e braços com moderação. Decotes em V, U ou canoa são bem vindos para você.

Combine seu pretinho básico com: blazer sempre bem acinturado e jóias para chamar atenção para colo e pescoço.

Ampulheta

vestidinho preto corpo ampulheta

Proporcional. Isso significa que cê já nasceu linda sua loca, sai daqui. Qualquer vestido vai cair bem em você, então se oriente mais pelo seu peso: se você estiver acima do peso o efeito de vestidos adesivos será um tiro no pé. Se esse for o caso, prefira modelagens mais soltinhas. Caso você esteja com tudo em cima, se joga no bandage com força que vai ficar gatíssima na balada. Apenas evite cortes retos (que te transformarão num triângulo) e vestidos trapézio (que podem dar aquela engordadinha básica).

Triângulo

vestidinho preto corpo triangulo

Você é abundante na preferência nacional (if you know what i meeeeean) mas seus seios não são tão fartos. Podemos criar volume para eles então da seguinte forma: se você é bem magrinha, um vestido do tipo tomara que caia vai resolver bem o problema. Mas se não é o caso de ter toda essa segurança com seu corpo, experimente decotes levíssimos em vestidos evasê. Fuja de tudo que for cintura baixa e nada de peças justas e curtas na saia! Cintos marcando a cintura dão um toque bacana.

Triângulo Invertido

vestidinho preto corpo triangulo invertido

Aqui (obviamente) o caso é inverso: quadril não é seu forte mas os homens devem ter dificuldade em olhar nos seus olhos. Um modelo frente única vai valorizar o que você tem. Não precisa ter um decote gigante, amiga, por valorizar não entenda piriguetizar. Caso você opte por alças, procure as mais fininhas. E pode se jogar no volumão na saia, usando muito balonê.

 

E pra quem ficou curiosa se eu afinal comprei o livro da Lauren Conrad: sim, sim siiim! Ele está a caminho, saindo da Amazon direto para os meus braços por mais ou menos onze dólares + frete. E eu super recomendo a leitura porque até ensinar a comprar jeans a mulher ensina – e a única coisa mais básica do que o vestidinho preto é um bom par de jeans que te deixe com tudo em cima.

#comofas: Bepantol – um milagre farmacêutico

Friday, October 15th, 2010

O Bepantol é uma pomada conhecida por hidratar a pele, o cabelo, as cutículas, cicatrizar tatuagens e curar o câncer. Eu lembro até hoje de um dia em que a Karine estava com dor de cabeça e eu ou a Letícia sugerimos que usasse Bepantol, já que cura tudo.

Brincadeiras a parte, Bepantol é realmente pau pra toda obra. A pomadinha promete deixar você com aspecto de gente que nasceu rica mesmo custando poucos dinheiros. Um tubo de Bepantol custa em média dez reais em qualquer farmacinha por aí. O mesmo é valido para o Bepantol Líquido.

embalagem bepantol

Bepantol: milagre em tubinho

Só que a cocotada costuma ter dúvidas sobre como usar o Bepantol. Pra você não fazer a loca e achar que é suplemento vitamínico (não comam nem bebam Bepantol, por gentileza), vamos esclarecer todos os possíveis usos desse remédio que é coidedels.

Bepantol Pomada

Pés, joelhos e cotovelos ressecados

Se o caso é sua pele virando cascos, Bepantol (e não cuspe) é a solução. Aplique massageando antes de dormir e acorde com aquela pele fina que só gente que freqüenta spas junto com a Hebe possui.

O problema é que: Meleca, meleca, meleca. O Bepantol é uma pomada de textura gordurosa. Se você já não se adapta a dormir melequenta de creme, a pomada vai te dar pesadelos e calafrios. E prepare-se para pijamas e lençóis manchados.

Hidratando as cutículas:

Você achou que só rolava fazer isso com a Cerinha da Granado? Para hidratar a cutícula com Bepantol, basta passar um tiquinho de nada em suas unhas de deusa grega todos os dias e fazer uma mini-massagem.

O resultado é: cutícula bem molinha e hidratada que não vai machucar nem esfiapar quando você for fazer as unhas. Além de que unhas hidratadas ficam mais fortes.

O problema é que: apesar de Bepantol não danificar em nada o esmalte, deixa um aspecto gordurosinho. A pele demora um pouco pra absorver e você pode manchar tudo que toca depois do processo.

Lábios macios:

Se você assim como eu entrou na vibe do batom mate, seus lábios devem estar sofrendo. Bepantol cura, Bepantol resolve. Aplique um tiquinho de Bepantol Pomada em seus doces lábios de princesa antes da sonequinha da beleza. Você vai sentir a diferença já na primeira aplicação.

Para casos mais desesperados, o Bepantol pomada antes de aplicar o batom é garantia de que o bapho vai deslizar que é uma beleza em sua boca. É a melhor forma de aplicar os batons mais mate.

O problema é que: Bepantol não tem um dos gostos mais agradáveis do planeta. Se você mora com marido/namorado/noivo/bofe/peguete nem pense em fazer uma coisa dessas na vida! E a aplicação antes dos batons mais furrebas pode acabar com o (já pouco) efeito mate que eles costumam ter.

Acabando com as olheiras:

Dizem por aí que aplicar Bepantol Pomada antes de dormir nas olheiras pode fazer você acordar com cara de gente que dorme em lençóis de fios egípcios. Comigo nada aconteceu, mas tem gente que jura de pé junto que é bapho mesmo.

O problema é que: Isso é um mistério não solucionado, ninguém nunca conseguiu confirmar se o Bepantol cura olheira ou não. O fato é que, se sua pele é oleosa, a aplicação pode gerar oleosidade do tipo só antes visto em latas de Óleo Soya.

Bepantol Líquido

bepantol líquido

Bepantol líquido: cabelos lindos e menos estrias

Essa é pra Britney

Queda de cabelo? Estresse? Bepantol líquido é a solução pras suas madeixas. Duas tampinhas de Bepantol líquido no seu shampoo de todo dia podem fazer seu cabelo brotar mais que Xuxu na Serra.

O problema é que: Bepantol pode super hidratar seu cabelo. Se ele já é oleoso, essa não é a melhor ideia da sua vida, amiga. Ou você pode fazer e reaproveitar o óleo na fritura de uma saborosa coxinha com catupiry.

Acabe com as estrias

A não ser que você curta ser chamada de zebrinha na praia, ter estrias é algo que te assombra. O Bepantol pode dar uma ajuda, mas a receita tem cara de simpatia e balacobaco: no banho, pegue um pente fino e passe no sentido contrário da estria. Seque e aplique o Bepantol líquido. Os resultados devem aparecer em um mês.

O problema é que: Não cura, mas melhora a aparência. Além do que isso dói pra diabo e pode deixar sua pele muito vermelha.

Hidratação da jubinha

Se seu cabelo está seco demais, dá pra fazer uma mandinga com Bepantol Líquido pra ele. 5ml de Bepantol Líquido + 2 colheres de sopa de açúcar + 3 colheres de sopa de um creme de hidratação qualqer = Gisele Bundchen feelings pro seu cabelo.

O problema é que: Se seu cabelo estiver seco demais, eu disse. Porque se ele não estiver, você vai gerar um problema de super hidratação. Que vai gerar oleosidade. Que vai gerar caspa. Que vai ficar nojento, amiga, faz isso não.

Lembrando que o Bepantol nada mais é do que uma pomada a base de dexpantenol. O seu uso original é cicatrização de queimaduras, assaduras e tatuagens. Por isso mesmo, ele pode ser encontrado com outros nomes (como Bepantriz e Dexpantenol). Consulte sempre a fórmula na caixinha para saber se está comprando o produto certo.

#comofas: o que é e como usar um Primer

Thursday, October 14th, 2010

Vocês já estão tão carecas de saber como passar uma base que se virem um guarda chuva por aí atacam um paparazzi? Realmente, muitos se fala sobre a base e preparação da pele mas poucos focam nesse elemento importante que é o primer.

O que é e pra que serve um Primer?

O primer é um elemento de fundação do make. Trata-se de um produto transparente ou na mesma cor da base que deve ser aplicado em todo o rosto para aumentar a duração do make e proteger sua pele das agressões químicas de maquiagem + poluição. Afinal, não é porque andamos sempre maquiadas e nem nossa mãe conhece mais nossa pele natural que vamos deixar ela estragar.

Alguns primers também cumprem a função de minimizar os poros, mas não são todos. Isso pode ser tão bom quanto ruim: para quem tem pele mista e poros gigantes como eu, é uma benção porque a pele fica com um ar mais comportado. Para quem tem pele oleosa, trancar os poros não é uma boa ideia e o resultado costuma ser um festival de espinhas e cravos com apenas uma aplicação.

Marcas de Primers por aí

Marcas não faltam: tem para todos os preços e bolsinhos.

primers lancome, nars, mac e clinique

Na ala dos internacionais, Lancôme, Nars, Mac e Clinique são só o começo.

Já nos nacionais ainda temos que nos contentar com as poucas opções, como Koloss, Natura e Avon Magix.

O primer sempre custa mais caro que a base de sua família de produtos. Podemos dizer que, considerando variações de preço nos estados, é possível adquirir um primer de boa família gastando no mínimo 25 dinheirinhos. Como o produto dura bastante (você só vai usar uma gotinha por dia), o investimento é válido.

Fazendo direitinho: como aplicar o primer?

O objetivo do primer é tornar sua pele mais suave. Para isso, ele deve ter uma aparência sequinha e o segredo é a aplicação:

Aplique com a ponta dos dedos, espalhando bem e criando uma película bem fininha. Não utilize o pincel pois “esfregar” o produto no seu rosto pode causar problemas de pele. Espere o produto secar, causando efeito mate em sua cútis de princesa. Só então você está liberada para se jogar na maquiagem de vez.

Quem deve usar e quem não deve  usar primer

O primer é recomendado para quem:

- Usa maquiagem por longos períodos;

- Tem a pele seca (nesse caso, aplique hidratante anteriormente ao primer);

- Tem poros muito grandes (procure um com efeito minimizador de poros, como o Magix da Avon);

- Pretende ir a uma festa ou balada da qual tem grandes chances de sair desmontada.

Mas não é uma boa ideia se:

- Você tem pele oleosa.

Só isso mesmo. Porque ele vai deixar seu rosto mais cheio de espinhas do que quando você tinha quinze anos e dançava Backstreet Boys no bailinho. Se o caso é pele oleosa, o segredo para segurar sua montação será Pó finalizador. Mas isso é tema pra outro post.

As rica tão usando: militarismo – o que é?

Monday, October 11th, 2010

Muito se fala sobre a tendência militar nos blogs e revistas de moda. Mas você sabe exatamente o que é militarismo? Como diferenciar uma peça na tendência militar e algo camuflado de mal gosto?

Vamos começar acalmando os ânimos da galera explicando o que militarismo não é:

fantasia de paquita

Militarismo não é você travestida de Paquita bem locona no Xou da Xuxa

Passada essa fase inicial dos preconceitos resolvidos, observemos aa parte bonita dessa tendência militar: tudo foi obviamente inspirado nos uniformes dos militares. Homens malhados de uniforme, vem gente, vem!

Geralmente nós só lembramos do exército, mas pode ser considerada tendência militar também algo que seja inspirado na aeronáutica e marinha.

militarismo inspiração

Os uniformes de treinamento de soldado sujo, parrudo e suado também são uma inspiração: blusinhas destruidinhas, jeans rasgadinhos, peças mais ou menos manchadas também entram no seu armário bem felizes.

 

estilo militar

Porque é disso que o povo gosta.

A tendência militar usa cores sóbrias, então ela não cai muito bem com nada fluo, pastel ou qualquer coisa importada das colinas tão distantes onde os telettubies vem brincar. Apesar da falta de colorido, os cortes modernos e ousados aliados a acessórios metálicos tornam o militarismo sexy e feminino.

Pela gama de cores, cortes ousados e sobriedade sexy passada pelas roupas de tendência militar, elas são recomendadas para garotas e mulheres seguras de sí mesmas, fortes e decididas que queiram demonstrar sensualidade com bom gosto - algo bem mulherão mesmo. Ao contrapor essas peças com looks mais ladylike o efeito será força + feminilidade, mas nunca se conseguirá um ar de menininha com o militarismo.

Gente, isso não é conversa pra boi dormir: o estilo revela muito da sua personalidade. Se você é uma Barbie cor de rosa no mundo da princesa poney encantada, não vai se sentir confortável fazendo a general sexy, trust me. Mas, como no mundo da moda nada é proibido, vale a pena tentar fazer uma mistura e ver o que sai.

Let’s talk about colors

Embora o militarismo possa ser representado por uma peça ou outra de corte militar mas com uma cor escalafobética, é muito fácil isso cair no paquitismo.

Na hora de escolher suas peças de tendência militar, lembre-se das cores chaves de uniformes militares, como verde musgo, cáqui, marrom, branco, preto, cinza, azul escuro e por aí segue. O jeans também é permitido.

COLOURlovers.com-MultiCAM

O dourado nos acessórios é mega bem vindo: lembre-se que os uniformes militares costumam ter broches, pins, medalhas e abotoaduras douradas, demonstrando imponência.

balmain

Cortes e modelagens

As calças continuam a ter os mesmos cortes que já conhecemos de outros carnavais, embora seja difícil alcançar efeito militar com calças saruel, boca de sino e modelagens mais soltas em geral.

As jaquetas e blusinhas ganham ombreiras. Isso já foi mais marcado na febre do balmainismo, principal responsável pela volta das tendências militares dois anos atrás. Essas ombreiras podem ser lisas ou ter aplicações de metal que vão desde tachas até correntes.

estilo militar passarela

As blusinhas tem modelagens mais soltinhas e ganham ares de podrinha, como roupas de treinamento. Aplicações em metal e bolsos na altura do seio são muito bem vindos a composição. A gola V reina absoluta nas peças sem ombreiras.

Os cortes boyfriend continuam firme e forte, afinal militarismo é uma coisa inegavelmente masculina no inconsciente coletivo.

militarismo e boyfriend

Os vestidos e macaquinhso podem ter cortes e tecidos que lembram camisas, sendo mais molinhos e fáceis de empregar no dia. Na noite, modelganes adesivas continuam absolutas, ganhando também aplicações metálicas e ombreiras.

E o seu pézinho

Para minha felicidade, o pézinho continua feliz dentro dos abotinados e ankle boots. Elas ganham fivelas e cortes que lembram coturnos. As cores respeitam as cores de uniformes.

sapatos militarismo

Coturnos baixos são bem vindos para o dia a dia de quem não mora em cidades com calçadas favoráveis. As sapatilhas (flats) são muito femininas, mas ganham aplicações de metal, tachas e correntes para parecerem mais sóbrias.

sapatos militarismo

Sapatos lisos em cores militares também podem ser considerados militarismo, mas com muito cuidado: o look do qual ele fará parte que determinará a qual tendência ele obedece.

Tomando nota:

Militarismo em resumo é:

- Cores sóbrias como os tons da camuflagem dos uniformes ou das fardas de gala;

- Ombreiras marcadas, cortes estruturados;

- Aplicações em metal, principalmente dourado, que vai desde botões e broches até correntes;

- Blusinhas podrinhas e destruídas que podem chegar a ter buracos, rasgos e manchas;

- Coturnos, abotinados com detalhes de coturno e sapatilhas com aplicações em metal.

Para finalizar: cuidado com o camuflado! Camuflagem está presente no militarismo, mas há muito mais tempo já é carregada em roupas de gosto duvidosíssimo que desfilam nas cachorronas preparadas por aí.

#comofas: iluminador

Friday, October 8th, 2010

Uma dúvida comum na vida da cocota moderna é como usar iluminador. Já falamos aqui da amiga Chris que sofreu com o produto, mas a galeria de pessoas de boa procedência que erram a mão e não sabem usar iluminador assusta: se acontece com elas, quem dirá conosco que comemos carboidratos?

mary kate olsen

Mary Kate Olsen após fritar uma coxinha.

Como já diz minha companheira Lelê, iluminador é pra dar uma carinha de gente que acorda feliz, saudável e com cútis de pêssego. Não um aspecto cansado e purpurinado de gente que dormiu mal porque labutou a noite inteira nessa vida díficil de apresentação em casa noturna.

Para acabar com os desesperos e aflições do meu Brasil, lançamos o nosso íncrivel ultimate guide to ilumination ou como passar o iluminador sem sair parecendo a Ke$ha:

Primeiro: um pincel de boa família faz toda diferença.

Você é uma iniciada no mundo da montação, abre seu primeiro kit de oitocentos pincéis de Hong Kong e percebe algo assim lá no meio:

pincel vassourinha

Amiga, chegou a hora de usar o pincel mais misterioso do mundo. Ele é perfeito para passar o iluminador porque é leve, fininho, espalhado e tem toque macio, gerando aquele leve toque iluminado. Muito mais vantajoso que o de blush (a não ser que você queira o carnavalesco efeito bola-de-glitter-na-têmpora).

Vale dizer que a qualidade do pincel importa muito. Minha filha, você sabe de que esquilo saíram os pelos que você tem aplicado sobre seu rostinho?

Pincel de boa qualidade é investimento pra vida:  custo benefício é enorme porque eles costumam durar aproximadamente dez anos na sua necessaire (enquanto aquele xing-ling de oncinha se desmancha em seis meses) e dão uma garimbada em qualquer produtinho de farmácia.

Pincel ruim + Produto bom = resultado ruim a médio

Pincel bom + Produto ruim = resultado bom a excelente

Por pincel de qualidade não entenda “pare de comer e só compre MAC”. Existem marcas ótimas no Brasil por um preço acessível, como ProArt e Klass Vough. Pra quem pode gastar um pouco a mais em compras internacionais, é possível adquirir alguns da Sigma sem deixar a alma na fatura.

Segundo: o que é um iluminador?

Houve um tempo em que  iluminador resumia-se a duas coisas:

1- Uma sombra chinfrim com efeito shimmer levemente exagerado que caiu na mão de um velho sábio chinês disposto a inovar nessa história de aplicação.

Nars

Sombra da Nars drag queeníca que pode ser usada como iluminador.

2 – Um pó facial mais claro que sua pele, utilizado par fazer contorno e jogo de luz, te deixando com cara de magra sadia em fotos.

paleta contorno tio coreano

Pós de contorno do tipo Xing Xang Ling.

Como o uso foi largamente difundido, hoje existem produtos vendidos especificamente como iluminadores por qualquer marca de make up de catálogo que sua tia vende. O que não significa que não dê pra continuar usando sombras e pós clarinhos.

Eu, particularmente, tenho várias sombras da Tango mais trabalhadas no espírito de Santa Cher que brilham que é uma loucura. Mesmo assim, vale a pena investir num iluminador desenvolvido para isso pois o tipo de brilho que ele gera é melhor acabado. Mas cuidado: teste tudo em sua pele antes de sair usando o produto e ser vista na rua com ele – aprenda com o erro da Aguilera.

Minha opção sempre é: com brilho a noite, sem brilho de dia. Lembre-se que, apesar do nome iluminador, é mais uma questão de contorno do que de brilho que provoca o efeito desejado.

Terceiro: tia, onde eu passo?

Depende. Pro dia eu diria que você não passa em lugar nenhum a não ser que seja só o pó mais claro para contorno, mas tem gente que curte. Já pra noite, dá pra se jogar bonito. O mapa da mina é esse aqui:

highlighting spots making faces kevyn aucoin

Imagem retirada do livro Making Faces (Kevyn Aucoin).

Aqui obviamente o produto ainda não tinha sido esfumado com o tal do pincel vassourinha. Você deve aplicar o iluminador nas regiões com o produto esbranquiçado (o outro é o bronzer ou pó mais escuro pra contorno, já vai aprendendo) e depois esfumar tudo com amor e dedicação para “desaparecer sobre a pele”. O efeito desejado é esculpir a pele para causar uma sensação de magreza facial.

Para quem quer fazer um efeito mais leve, se joga apenas no C invertido (aquele do ladinho dos olhos), cantinho interior da pálpebra (onde sempre aplicamos a sombra mais clara) e fim.

É claro que o bom senso impera: se sua pele é oleosa por natureza, não aplique, por exemplo, sobre o nariz e testa. Se olhe no espelho e saiba o que é bom para você. Com o tempo e prática, tudo vai ficar perfeito.

Uma dica ao testar o produto antes de sair de casa é pensar se Santa Cher aprovaria isso que você fez no seu rosto. Para te dar esperança, apesar do que fez, até Christina Aguilera conseguiu uma chance com ela.

Testando 1, 2, 3: gente rica e fina que vai ao spa

Tuesday, October 5th, 2010

As novelas do Manoel Carlos faziam a gente acreditar que spa era coisa pro povo do Leblon – e era. Aí o fenômeno Classe Média (o mesmo que atingiu os cruzeiros e os pacotes pra Buenos Aires, sabe?) chegou e mudou tudo.

Spas pipocam pela cidade, surgindo até em shoppings, sendo barateados pelo peso da concorrência. Pra ajudar, clubes de compras como Peixe Urbano, Acesso Zero, Clube Urbano e mais outros mil que conheço barateiam o serviço ainda mais.

Isso significa o que? Que nowadays todo mundo pode fazer a Helena e ter seu dia de Leblon. Como eu sou classe média e também quero brincar, esses dias fui no tal do Gaya Yoga Spa ver qualé que é.

gaya yoga spa

O Gaya oferece servicinhos amigos de massagens que vão desde horas sendo gentilmente amassada até minutinhos de toques suaves em seus pézinhos de princesa. Os serviços podem ser adquiridos em pacotes e, de quebra, o local oferece aulas de Yoga também. Tudo muito zen, muita paz no coração.

Eu fui lá com o bofe porque, né, ele também tem uma vida estressante. Ao chegarmos já fomos invadidos por um sentimento de paz, amor e harmônia hare krishna krishna hare pelo ambiente: músiquinha relaxante em volume satisfatório aliado ao barulhinho de uma mini cachoeira.

gaya yoga spa

Paz, Amor e Harmonia.

Não entendo patavinas de cromoterapia, mas tenho certeza que a escolha das cores nos ambientes influencia muito também. Considerando que eu sou um “esquilo cafeinado” (França, Letícia) e consegui relaxar total e quase virar hippie só nessa entradinha o babado é fortíssimo.

Escolhemos um tratamento de duas horas que incluia um mix de massagem mais tratamento facil e pés. O bofe deve ter se sentido a little bit gay nesse momento, mas né, tem que participar. Primeira instrução foi entrar em uma salinha para colocar o roupão (só de lingerie por baixo), chinelinho e touquinha. Tudo branco.

gaya yoga spa

Eu dormiria nesse lugar.

Fomos encaminhados para uma salinha também toda branca. Tapetinho felpudo, poltronas macias, músiquinha relaxante, ambiente quentinho e o melhor escalda pés da minha vida com massagem. Gente, meus pézinhos derreteram de felicidade.

Depois, voltamos a mesma salinha onde colocamos os roupões para nos preparar para a massagem de 45 minutos. Camas de massagem extremamente confortáveis e aquecidas, ambiente muito tranquilo. E quarenta e cinco minutos de massagem. É o céu, minha gente, aquela massagista foi um anjo enviado por Santa Cher para acabar com minha tensão.

O tratamento facil visava limpar a pele e hidratá-la, além de uma massagem para tonificar. Os produtos usados pelo Gaya são da Germany (corrijam-me, não achei referência do nome correto).

gaya yoga spa

Saiam, cravos, da minha cutis de princesa!

Eu não sei exatamente qual foi o produto utilizado mas esse foi o único momento mais ou menos do dia: minha pele ficou muito oleosa e demorou uma semana pros cravos pararem de se reproduzir sobre ela. A massagem por si só foi  uma delícia de qualquer forma.

Depois de saírmos derretidos daquele lugar, resolvi voltar sempre. A segunda visita foi para me matricular nas aulas de Yoga. Não que eu seja flexível, relaxada ou natureba, mas eu tenho certeza que esse é o caminho para ficar igual Scarllet Jo em “He’s Just Not That Into You”.

Scarlett Johansson

Yoga Power

Conversei com uma pessoa que fazia Yoga no Gaya e ela me disse que não continuou porque a aula era muito paradinha e aquilo deixava ela meio irritada. Hoje ela faz Yoga numa outra escola que eu fico devendo o nome porque as aulas são mais agitadas, o que me parece tender mais para um Pilates do que Yoga em sí. Como eu sou um “esquilo cafeínado” (França, Letícia) acho que a melhor opção é a que me relaxa. Logo venho contar os resultados das aulas para vocês.

O Gaya Yoga Spa fica em Curitiba, no Bairro do Cabral (Rua São Pedro, 495, a uma quadra do Mac Donald’s). Vale dizer que só de entrar no ambiente da cachoeirinha, cromoterapia e etcetera, minha alma já queria fazer dreads.

As rica tão usando: gatchinha, inteligente e divertida

Sunday, October 3rd, 2010

Falando sério, camisetas divertidas nunca saem de moda e são uma isca de gente de boa família. A estratégia é simples: ao usar camisetas engraçadas e inteligentes você só chama atenção de quem é capaz de entender a piada. Pra algumas delas, você tem que estar realmente ligado nas referências de uma cultura mais, digamos, nerd.

Se funciona? Megan Fox e Drew Barrimore são só dois exemplos de mocinhas que passaram a ser endeusadas pela marmanjada por seu senso de humor na hora de vestir-se. Tudo porque elas usam ótimas camisetas.

megan fox drew barrimore

A C&A, Renner e Riachuello sempre lançam uma ou outra coleção de tees mais engraçadinhas, mas as piadas normalmente são ralas pra que todo mundo possa entender e curtir.

Por isso, quem tem um coração nerdinho como o meu, enlouquece mesmo com as camisetas feitas por designers que estão realmente afim de se diferenciar. A gente encontra mais exemplos na gringa, mas até que tem algo brazuca no assunto.

Hot Topic

hello zombie hot topic

only kiss super heroes hot topic
De camisetas divertidinhas da Hello Kitty zumbi a super heróis, passando por seriados e clássicos do Tim Burton, a Hot Topic joga em vários times. Além disso, a loja possui acessórios licenciados, jóias corporais, make up alternativa, esmaltes, sapatos e roupas diferentonas. O frete é salgado, mas pra quem vai viajar pra fora, compensa guardar uma grana pra fazer a festa nessa loja diferentona.

Shirtoid

fozzy droog

Referências nerds cruzadas em camisetas divertidíssimas e únicas – essa é a proposta da Shirtoid. O salgado preço em libras se soma a um frete grande na hora de entregar no Brasil. Como as compras são somente online, um receptor de encomendas na Inglaterra é muita ajuda pra baratear o custo. Em compensação, a navegabilidade do site é perfeita, eles separam as camisetas por cores e tem temas que agradam tanto os Trackers quanto os Star Wars Maniacs.

Camiseteria

camiseteriaA Camiseteria é brazuca, cobra preços justos por produtos de qualidade, trabalha com modelagens incríveis em estampas divertidas de videogames, filmes como Alice de Tim Burton e seriados. O único defeito é a falta de variedade.

Garagem Korova

garagem korovaA Garagem Korova é outra brazuca que não tem muita variedade apesar de trabalhar com camisetas e acessórios mega diferentes. A gente perdoa porque eles foram autores do clássico das camisetas de seriado de 2009: o modelo Who The Fuck is Blair Waldorf virou coqueluche das blogueiras viciadas em Gossip Girl.

 

Pra quem tem dúvidas de como usar as tees divertidinhas: com tudo. Desde por cima de uma saia bandage até com uma calça, saia ou bermuda jeans e um blazer por cima, as tees divertidas dão graça ao look e fazem com que você não seja só mais uma na multidão. Bora ficar com cara de gatchinha inteligente e divertida?