11 truques para limpar a casa de forma mais ecológica

Rate this post

1. O limpeza ecológica? Comece por não sujar


Uma limpeza da casa mais sustentável com o planeta, não só tem em conta que limpamos, mas como limpamos. E a primeira recomendação é evitar a sujeira. Gestos como não usar os sapatos de rua no interior de casa, usar capachos e até mesmo escolher o vestuário de trabalho e aventais para cozinhar ajudam a não sujar tanto. A chave é usar o senso comum e fazer a limpeza doméstica um ato consciente.


2. Uma limpeza mais consciente com o planeta


A limpeza ecológica implica conhecer primeiro os riscos que alguns detergentes provocam no meio ambiente. Os produtos de limpeza não ficam em casa: através da rede de drenagem chegam aos rios, lagos e costas, o que pode representar uma grave ameaça para a vida selvagem.


Muitos detergentes convencionais para uma máquina de lavar louça, além disso, utilizam-fosfato, um composto que destrói o oxigênio de lagos e lagoas (processo chamado de eutrofização em ecologia). O aumento da concentração de fósforo na água provoca um crescimento descontrolado de certos tipos de algas, que, ao morrer e sedimentarse, se decompõem e esgotam o oxigênio das águas do fundo. Esta falta de oxigênio causa a morte de plantas e peixes.


3. Limpe pouco e mais vezes


Refletir sobre as exigências de limpeza também ajuda a manter uma higiene mais sustentável em casa: algumas tarefas mais frequentes com produtos suaves podem evitar a necessidade de limpezas em profundidade, que exigem detergentes mais concentrados.


4. Escolha produtos de limpeza naturais ou ecológicos


Os produtos de limpeza, juntamente com outros itens do cotidiano, como perfumes, produtos de cuidados pessoais, pinturas e pesticidas, já são responsáveis por metade das emissões de compostos orgânicos voláteis para a atmosfera (poluentes do ar que aumentam a concentração de ozônio troposférico, muito perigoso ao respirarlo) nas cidades, segundo um estudo publicado na Science.


Usar produtos de limpeza naturais, ou, na sua ausência, produtos ecológicos, para as tarefas domésticas , reduz a quantidade de lixívia utilizada, bem como de outros produtos não sustentáveis para o planeta com cloro, conservantes (parabenos) ou fosfatos, que podem não só prejudicar a saúde, mas que também prejudicam os ecossistemas silvestres.


5. Um detergente eficiente deixa menos resíduos no ambiente


Quando se tem que escolher um produto limpador, é melhor optar por um detergente de alta performance que seja o mais eficiente possível. Deste modo, você terá que usar uma menor quantidade de produto para conseguir o mesmo resultado, por isso que você não vai conseguir reduzir a poluição da água e também deixar menos resíduos. Além disso, os detergentes mais eficientes permitem economizar: se você precisará comprar menos, o que reduzirá a quantidade de embalagens que acabem no lixo.


6. Reutilize as embalagens e (quando possível) comprar a granel


Se se consegue comprar a granel, o produto limpador, você pode reutilizar o recipiente e, de novo, deixar menos plástico no ambiente.


7. Use somente a dosagem necessária


Os detergentes atuais são cada vez mais eficientes, o que, para diminuir a quantidade de produto deve lembrar-se de não ultrapassar as doses recomendadas na embalagem. Este gesto permite poupar dinheiro enquanto você cuida do meio ambiente.


Outra dica é reduzir a utilização de detergentes especiais (como detergentes para roupa delicada), já que implicam um maior emprego de produtos de limpeza e acúmulo de produtos na habitação.


8. Como Detergentes mais sustentáveis? Melhor, sem cheiro


Os produtos de limpeza perfumados fazem com que a casa cheire a flores ou pinho, mas isso nem sempre significa que a casa esteja limpa. Alguns desses perfumes artificiais presentes nos detergentes levam ftalatos (poluentes hormonais) para fixar aromas artificiais. Há que ter muito em conta quando se escolhe um aromatizante sintético e até mesmo o amaciante de roupas.


9. Um pano úmido, aliado a limpeza ecológica


Limpar o pó ou esfregar o chão com mais frequência, e ajudando-se de um pano úmido, é uma forma simples de reduzir o uso de produtos de limpeza em casa.


10. Areje (pelo menos) duas vezes ao dia


Ventilar pelo menos duas vezes ao dia, a moradia, ajuda a diminuir a concentração interna de poluentes. A aeração reduz as quantidades de partículas acumuladas em casa, em especial as partes finas e finas, que se comportam de forma semelhante aos compostos facilmente voláteis, gases ou vapor de água.


11. O líquido de limpeza ecológico da avó: soda e vinagre


Os produtos de limpeza ecológicos caseiros, como o sabão de soda cáustica ou o vinagre com o que nossas avós feita da madeira, são produtos mais saudáveis, mais baratos e, além disso, não poluem o meio ambiente. O sabão de soda cáustica, por exemplo, é um produto de limpeza tradicional que foi produzido com banha de porco, água e hidróxido de sódio (soda cáustica). A reação dos ácidos graxos e do hidróxido de sódio, conhecido como reação de saponificação, formam-se sais sódicas de ácidos graxos, as moléculas características do sabão que atuam como agentes capazes de dissolver-se na água substâncias hidrófobas, como a gordura. São produtos que se podem comprar, e até mesmo fazer a si mesmo, para limpar de forma mais sustentável.